play_arrow

Podcast

Classificação TIER, o que é e como isso diferencia os Data Centers?

Vinícius Perrott 25 de agosto de 2021 4786 18 3


Background
share close

Olá, seja bem-vindo à série Papo HostDime Labs. Essa é uma iniciativa da HostDime Brasil.

Nosso objetivo é bater um papo com os especialistas das mais diversas áreas.

A cada episódio, um especialista responde as principais dúvidas do universo dos datacenters.

Nesse episódio, conto com a participação do Luiz Cláudio Júnior, executivo de negócios.

Luiz, seja bem-vindo aqui à nossa minissérie.

Luiz Cláudio: Muito obrigado, Vinicius. É um prazer estar aqui novamente para a gente poder falar sobre a infraestrutura do datacenter.

Vinicius Perrott: Vamos lá. Luiz, uma coisa que é importante a gente entender é essa classificação de datacenter, é a chamada Tier. Existem alguns números, alguns níveis, mas explica para o nosso ouvinte que classificação é essa.

Luiz Cláudio: Tier ou Tier. A gente acaba falando Tier mesmo, o aportuguesado. São um conjunto de certificações que traz uma confiabilidade do determinado datacenter a nível de estabilidade, de conectividade, redundância. A HostDime hoje é certificado no Tier 3 e, dentro do Tier 3, existem algumas peculiaridades que a Tier 4, por exemplo, vai ter a mais e as que estão abaixo, Tier 2 e Tier 1, terão a menos. Então a Tier 3, eu vou começar falando dela um pouco que é o que a HostDime possui. Ela pede por padrão dentro de várias outras qualidades e recursos dela, eu quero destacar dois pontos que são a obrigatoriedade de você ter, pelo menos, 72 horas de disponibilidade de operação em nuvem. Então hoje a HostDime tem muito mais do que isso por conta do nosso projeto de expansão. Hoje tem uma média de 240 horas, sendo que o Tier 3 pede cerca de 72 horas. E outra exigência é que a gente não pode passar de cerca de uma hora, uma hora e meia de down time por ano, então isso faz com que a gente possa ter uma visibilidade maior em termos de empresas que nos buscam para confiança em termos de conectividade. Então depois do Tier 3 tem o Tier 5 que pede uma obrigação de pelo menos 96 horas. Aí note que, nós como Tier 3, temos uma autonomia mais do que o Tier 4, porque temos 240 horas, que a nossa hoje capacidade de UPS, de climatizadores. É a capacidade que nós temos para deixar os servidores em plena operação de forma ininterrupta. E 240 horas dão em média de dez dias, sendo que nós temos mais do que o próprio Tier 4. Por que não somos Tier 4 hoje? Porque, na cidade de João Pessoa, não recebemos uma segunda fonte de energia. A concessionária poderia até fazer isso pela gente, mas, no momento ainda, não é um projeto que a gente está internamente analisando, mas, de qualquer forma, nós, como Tier 3, temos uma grande capacidade de manter os dados de forma ininterrupta, conectada em nuvem. E, nesse conjunto de certificações, existem essas certificações que são um, dois e três. A um e a dois não têm uma questão de hora definida. Ela está muito mais relacionada a questões de limitações técnicas da infra da infraestrutura. E, no caso da HostDime, nós não ficamos, nós não limitamos somente a que a Tier 3 pedia. A gente quis ir muito mais além por conta dos projetos de expansões que nós temos. Então, de forma resumida, a HostDime se enquadra em um Tier 3, é certificado Tier 3, mas nós temos uma autonomia maior do que o próprio Tier 4. Aí o que nos impede do Tier 4 é somente essa peculiaridade que não interfere, mas, obviamente, a gente vai buscar isso para que a gente possa ter, sem duvida, uma estrutura imensa e uma visibilidade da marca muito maior em termos de qualidade.

Perrott: Luiz, na ótima do executivo, ao ver um datacenter, como vocês, Tier 3, com essa certificação, todo esse conjunto de disponibilidade que você acabou de descrever aqui no nosso episódio, ele se sente mais confiável ao adotar um serviço de datacenter Tier 3?

Luiz : Sente. A HostDime tem atuação global, então, por esse motivo, a gente acaba tendo uma facilidade nas buscas em indicações. Então, nessa semana mesmo, eu estava conversando com um cliente do Uruguai, ele é um cliente de também atuação internacional, ele trabalha com criações de holdings. E ele pesquisou muito sobre a gente. Quando eu fui falar com ele, ele falou: “Luiz, eu só quero saber de preços. Eu não quero saber de mais nada institucional porque eu já procurei tudo sobre vocês. Já vi que vocês são certificados, já vi que vocês estão entre os Tier 3 do Nordeste”. Então ele já fez uma introdução ali de que ele mesmo, pela própria exigência, já pesquisou sobre a HostDime e queria só sentir um pouco do relacionamento, do trato em que, nesse momento, eu entro no circuito também já de forma mais incisiva falando sobre nossos serviços e soluções, basicamente essa questão de termos dessas informações de fácil visualização fez com que ele tivesse uma boa confiança. E nós tivemos uma comparação com um dos maiores players de cloud que tem no mundo, então ele falou; “Eu vou ficar com vocês”. E até agora ele está gostando do serviço e, obviamente, essa questão de certificações, de LGPD que foi o que falamos no episódio passado, levou muito em consideração e ele me disse: “Realmente, o que eu estou vendo é o que vocês realmente apresentam, é o que vocês vendem”. Então, de fato, isso aí, no nosso olhar, como executivo, influencia bastante sem dúvida, e até nos facilita a poder fazer esse trabalho consultivo com os clientes e, junto, oferecer um melhor serviço para ele.

Perrott: Então podemos resumir aqui no nosso episódio que uma certificação Tier 3 é muito mais do que uma certificação, é uma garantia de continuidade do negócio?

Luiz : Sem dúvida. É uma garantia de continuidade do negócio e a gente costuma falar que a gente não vende serviços, a gente vende o sono, então ele vai poder dormir tranquilo, vai poder ficar sossegado enquanto os seus dados estão operando com a gente e ele fica confiando no nosso serviço, na nossa qualidade e fica tranquilo.

Perrott: Nesse episódio, a gente contou com a participação do Luiz Claudio Júnior, executivo de negócios. Luiz, muito obrigado pela participação no nosso episódio, na nossa minissérie.

Luiz : Eu que agradeço, Vinicius. Até mais.

Você que nos acompanha tem alguma pergunta ou comentário?

Mande aqui para a gente pelo link hostdime.com.br/papocloud.

E outro conteúdo que complementa o nosso bate-papo é o Guia Definitivo para Otimizar Segurança de Dados da Sua Empresa com Cloud Computing.

O link está na descrição desse episódio e no seu agregador de podcast favorito ou lá no site do Papo Cloud.

Aqui a sua jornada será um sucesso!

Até o próximo episódio do Papo HostDime Labs.

E aí?
Tá Na Nuvem?

Convido você a comentar lá no nosso grupo do Telegram: bit.ly/papocloudtelegram.

  • cover play_arrow

    Classificação TIER, o que é e como isso diferencia os Data Centers?
    Vinícius Perrott

Tagueado como: .

Avaliar a postagem
Episódio anterior
Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.