play_arrow

Podcast

Dicas para melhorar seu curriculum

Vinícius Perrott 26 de agosto de 2021 4798 18 3


Background
share close

Olá, tudo bem?

Você é profissional de Tecnologia da Informação e quer dar aquela turbinada na sua carreira e se destacar no mercado em qualquer processo seletivo?

Então, seja bem-vindo ao Shark IT PodCast, um conteúdo exclusivo desenvolvido por especialistas em recrutamento e seleção de profissionais de TI e para profissionais de TI.

A cada episódio, traremos dicas, cases de sucesso, habilidades, oportunidades e muito mais. Tudo isso para te ajudar a turbinar a sua carreira de TI e se destacar no mercado de trabalho.

Eu sou Vinicius Perrott seja bem-vindo ao Shark IT PodCast.

Vinicius Perrott: Neste episódio, eu conto com a participação da Marília Bueno, Tech Recruiter da Shark IT. Marília, seja muito bem-vinda à nossa minissérie.

Marília Bueno: Muito obrigada, Vinicius. É um prazer estar aqui no Papo Cloud. Estou bem ansiosa, muito feliz.

Perrott: Vai ser legal, nosso episódio vai ser bem legal. E, para começar, Marília, já com algo superimportante que é a questão do currículo. O currículo ainda hoje é uma das principais ferramentas de utilização onde o profissional ou os profissionais conseguem ali escrever e ali relatar as suas experiências, os seus anseios e as suas vocações. Mas, por outro lado, a gente também tem as empresas que precisam achar esses profissionais. O currículo é a interseção entre o profissional e a empresa. Mas vamos lá, como é que a gente pode melhorar o nosso currículo, Marília?

Marília: Eu gosto de falar que tem três pontos principais que são a descrição das atuações, sempre estar colocando no currículo todos os cursos e certificados que o profissional possui, e também a organização por tópicos.

Perrott: Legal, uma boa dica. A descrição realmente ajuda bastante. Descrever bem melhora as condições das empresas acharem a pessoa.

Marília: Isso mesmo. Na descrição, é sempre bom a gente colocar a objetividade, colocar a clareza naquele currículo e também o foco. Por exemplo, se o profissional deseja uma vaga em específico é bom focar o currículo para aquela oportunidade.

Perrott: Legal, ótimo. Então uma personalização para a vaga também, não é isso?

Marília: Isso. Para aquela vaga que o profissional possui interesse, para a sua área em específico.

Perrott: E que mais de dicas a gente tem para cá?

Marília: Bom, Vinicius, o currículo é um ponto de partida para o processo seletivo. É o que chama a atenção do RH para o profissional ser entrevistado. Se o currículo está mal estruturado, acaba não despertando o interesse do RH, daquela recruiter.

Perrott: A ideia é que ele possa detalhar o máximo possível, não somente as suas experiências, mas também o que ele já fez desde a área acadêmica, área mais técnica. Em relação às dicas de certificação, o que você tem aqui?

Marília: Vinicius, eu acho muito interessante colocar todos os cursos, sejam técnicos, sejam de poucas horas no currículo. Cursos aqueles que agregaram para a sua formação, que agregam também para aquela oportunidade. E todos os certificados também que compõem.

Perrott: Uma dúvida: vale também a pena o profissional colocar… às vezes ele faz um curso gratuito, esses que agora têm vários no período de pandemia, mas, de repente, será que aquela grade curricular, aquele curso gratuito faz sentido colocar no currículo? É uma recomendação sua?

Marília: Se for algo referente à oportunidade de interesse ou à área de atuação que aquele profissional está buscando, eu acho interessante. Agora, se não compõe, se não condiz com algo para aquela oportunidade, afins, não acho bacana colocar.

Perrott: Então a ideia é que realmente você possa até se especializar e fazer vários outros cursos, mas, se você está buscando uma vaga bem específico, que ali fique algo direcionado à vaga em pretensão?

Marília: Sim. Muita gente hoje não tem experiência nas empresas, nunca chegou a atuar diretamente com a sua área. Mas colocar os certificados, conhecimentos, especificar o que aprendeu naquele curso também é interessante para uma primeira oportunidade.

Perrott: Entendi. Então para resumir no nosso bate-papo, as três dicas que você citou foram descrição, os cursos e colocar as certificações também, e organizar por tópico. A organização por tópico ajuda até mesmo na leitura e num processo de cadastro em um sistema de recrutamento. Seria isso?

Marília: Isso mesmo, Vinicius. O processo seletivo… aqui nós brincamos que é igual a um relacionamento. E para iniciar o relacionamento, precisa ter um interesse inicial. E o currículo é o ponto de partida para início desse relacionamento.

Perrott: Então que possamos ajudar o nosso ouvinte a iniciar um bom relacionamento com as empresas e, de novo, utilizar e atualizar essa ferramenta ainda tão poderosa. Não importa se o profissional utiliza o currículo do papel ou dos meios eletrônicos que hoje a gente tem vários na internet. Mas que ele possa pegar essas dicas e melhorar o seu currículo. Marília, eu queria muito agradecer a sua participação na nossa minissérie e até o próximo episódio.

Marília: Vinicius, eu agradeço muito o seu convite, foi um prazer estar aqui.

Se você gostou desse bate-papo, vai gostar mais ainda de ver todas as vagas disponíveis no site da Shark IT.

Vá lá. Acesse o site: sharkit.com.br.

Você pode encontrar uma vaga que seja para o seu perfil.

O link você encontra na descrição desse episódio no seu agregador de podcast favorito ou lá no site do Papo Cloud junto com a transcrição completa e material complementar.

Você tem alguma pergunta ou comentário?

Mande aqui para a gente pelo Instagram, @sharkitconsultoria.

Até o próximo episódio.

E aí?
Tá Na Nuvem?

Convido você a comentar lá no nosso grupo do Telegram: bit.ly/papocloudtelegram.

  • cover play_arrow

    Dicas para melhorar seu curriculum
    Vinícius Perrott

Tagueado como: .

Avaliar a postagem
Episódios relacionados
Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.