play_arrow

keyboard_arrow_right

skip_previous play_arrow skip_next
00:00 00:00
playlist_play chevron_left
volume_up
chevron_left
play_arrow

Podcast

Como funciona a conectividade quando migro meus dados para um Data Center?

Vinícius Perrott 1 de setembro de 2021 4818 18 3


Background
share close

Olá, seja bem-vindo à série Papo HostDime Labs. Essa é uma iniciativa da HostDime Brasil.

Nosso objetivo é bater um papo com os especialistas das mais diversas áreas.

A cada episódio, um especialista responde as principais dúvidas do universo dos datacenters.

Nesse episódio, conto com a participação do Manoel Dutra, coordenador de datacenter.

Manoel: E aí, Perrott, tudo bom?

Perrott: Tudo joia, mestre. A gente queria falar sobre conectividade. Eu acho que é um tema superimportante para a gente conseguir também ajudar a desmistificar esse conceito de que migrei o meu datacenter, a minha estrutura de servidores local para um datacenter da HostDime. Como é que funciona essa questão de conectividade?

Manoel: Perrott, muitos clientes acabam vindo com esse questionamento bem latente. Para nós da HostDime, em João Pessoa, no datacenter específico, a gente tem uma flexibilidade muito grande em termos de conectividade. Vamos lá, falando do tradicional. Está todo mundo em casa hoje, home office, trabalhando, via VPN, e tudo vem dando certo. Quando a gente pega todos os serviços, traz para um datacenter, essa é a primeira abordagem, oferecer VPN para a gente conseguir entregar serviços. Produto HostDime a gente consegue entregar essa conectividade em larga escala e o diferencial do datacenter vai ser clientes que estão na região que ainda prefere ter a conectividade que, digamos, de alguma maneira, a aplicação dele, cliente servidor, é algum RP, é algum programa que tem essa necessidade dessa latência baixa, a gente consegue entregar Lan to Lan, via camada dois. Aí é onde vai a flexibilidade da HostDime, de ter provedores parceiros que tanto entregam conectividade para a HostDime como também conseguem prover serviços. Imagine, realmente, uma fibra, vai da casa do cliente ou da empresa dele, no caso, que é o mais comum, até o datacenter conectado no servidor dele. A experiência a utilizar é exatamente a mesma de ter um servidor na salinha do antigo CPD onde ficava o servidor lá. A sensação vai ser exatamente a mesma, sensação de rede local.

Perrott: Como estratégia para analisar essa migração e essa utilização desse benefício de Lan to Lan, a empresa pode rever o seu contrato com os seus provedores de conectividade, seus provedores de links, para ver se eles oferecem essa conexão aqui com vocês, com a HostDime. Seria o primeiro passo para ver se a gente ter essa migração mais rapidamente?

Manoel: Com certeza. Com a HostDime, tanto esse primeiro contato para gente entender o negócio dele, ou de que maneira a gente pode até mesmo agregar outras tecnologias que possam atender essa questão de conectividade, ou até mesmo contar com o nosso time, da gente fazer uma análise. Até mesmo o provedor que ele utiliza, esse provedor pode ser um prospect nosso, da gente ter a intenção ou o provedor ter a intenção de ter conectividade com a HostDime e isso agrega para os dois lados, tanto para quem é o provedor que vão ter clientes querendo contratar a HostDime por meio dele e vice-versa. Essa é uma boa pedida.

Perrott: Normalmente a experiência que o administrador acaba entregando para o seu usuário, para o seu cliente dentro de um mundo corporativo, é uma experiência de Lan. A gente está falando de 10/100, de megabits ou até mesmo uma rede gigabit. Ele também consegue ter uma largura de banda tão alta como essa conectada ao datacenter dele, ao seu ponto de conexão com a HostDime?

Manoel: Aí é onde entram alguns detalhes. A gente vai ter limitações, primeiro de… são aplicações, eu acredito, muito específicas que vão estar tendo necessidade de um trafico numa velocidade tão alta, mas para o datacenter, o principal objetivo é a gente geralmente atender aplicações web ou nessa conectividade Lan to Lan, como eu falei, vai do comum acordo dele com o provedor, de quanto ele precisa. Mas, digamos, como a gente já vem hoje na era da fibra ótica, entregar serviços a perto de velocidade de giga, etc, isso é algo factível, basta só uma análise técnica prévia.

Perrott: E nesse momento que a gente está vivendo tão icônico, que é devido ao período da pandemia, onde basicamente 80… tem empresas que estão 100% remotas. Você citou um pouquinho lá atrás, no nosso início do bate-papo, a tal da VPN. Então eu posso hoje ter um datacenter, ter na HostDime conexões com VPN com os meus clientes, tendo eles dentro de casa? Ou não, eu tenho que redirecionar tudo para dentro da empresa e é a parte da empresa fazer essa conectividade para o meu usuário final?

Manoel: Não, hoje aqui na HostDime a gente consegue entregar realmente essa “suíte” completa. É servidor hospedado aqui na HostDime. Toda a parte de conectividade do servidor para fora, provendo os serviços que ele entrega, como também utilizar HostDime como seria a borda lá do roteador dentro da empresa. A gente consegue conectar todos os funcionários de uma empresa via VPN de uma maneira segura aqui com a HostDime e direcionar todos eles para dentro do serviço do cliente. Isso tanto pode estar configurado dentro do ambiente do próprio cliente ou por meio de outros serviços que a HostDime provê.

Perrott: Então conectividade não vai faltar?

Manoel: Nada, com certeza.

Perrott: Maravilha. Agradeço a sua participação. Manoel Dutra, coordenador de datacenters.

Manoel: Perfeito, Perrott. Até a próxima.

Você que nos acompanha tem alguma pergunta ou comentário?

Mande aqui para a gente pelo link hostdime.com.br/papocloud.

E outro conteúdo que complementa o nosso bate-papo é o Guia Definitivo para Otimizar Segurança de Dados da Sua Empresa com Cloud Computing.

O link está na descrição desse episódio e no seu agregador de podcast favorito ou lá no site do Papo Cloud.

Aqui a sua jornada será um sucesso!

Até o próximo episódio do Papo HostDime Labs.

E aí?
Tá Na Nuvem?

Convido você a comentar lá no nosso grupo do Telegram: bit.ly/papocloudtelegram.

  • cover play_arrow

    Como funciona a conectividade quando migro meus dados para um Data Center?
    Vinícius Perrott

Tagueado como: .

Avaliar a postagem
Episódio anterior
Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.