play_arrow

Podcast

As mulheres na área de tecnologia

Vinícius Perrott 23 de setembro de 2021 4783 18 3


Background
share close

Olá, tudo bem?

Você é profissional de Tecnologia da Informação e quer dar aquela turbinada na sua carreira e se destacar no mercado em qualquer processo seletivo?

Então, seja bem-vindo ao Shark IT PodCast, um conteúdo exclusivo desenvolvido por especialistas em recrutamento e seleção de profissionais de TI e para profissionais de TI.

A cada episódio, traremos dicas, cases de sucesso, habilidades, oportunidades e muito mais. Tudo isso para te ajudar a turbinar a sua carreira de TI e se destacar no mercado de trabalho.

Eu sou Vinicius Perrott seja bem-vindo ao Shark IT PodCast.

Vinicius Perrott: Neste episódio, eu conto com a participação da Bruna Pinton, Tech Recruiter da Shark IT. Marília, seja muito bem-vinda à nossa minissérie.

Bruna Pinton: Obrigada, Vinicius.

Perrott: Eu que agradeço. Bruna, vamos falar nesse episódio de um tema superimportante não somente hoje, mas sempre foi, mas agora mais fortemente devido às circunstâncias que vivemos, devido à escassez de profissionais – e eu estou me referindo aos profissionais homens e mulheres – na área de Tecnologia de Informação. Mas, principalmente, a Tecnologia de Informação sempre foi encarada, as vagas, como algo muito para o universo masculino. Mas sabemos que na própria história da Tecnologia temos muitas mulheres magníficas com poder computacional enorme, com poder intelectual enorme. Mas fale um pouquinho, Bruna, que poder é esse, como que as mulheres estão se inserindo no mercado de Tecnologia. Está fácil ou está difícil?

Bruna: Olha, Vinicius, realmente é uma coisa que é bem difícil por causa desse machismo todo que se encontra nesse mercado de TI, porque a maioria é homem, então a mulher que está inserida no trabalho geralmente é a única da equipe dela. Então, isso pode gerar muita insegurança para ela e, consequentemente, fazer com que ela sofra com esse machismo dentro da empresa, mas que também é uma coisa que está sendo resolvida. Por quê? Porque o primeiro passo para a gente resolver isso é colocar essa diversidade de gênero. Então vem desde lá detrás. Atualmente a gente já tem cursos voltados somente para as mulheres, para elas conseguirem entrar nesse mercado cada vez mais com mais poder para se inserir no meio dos homens.

Perrott: Nesse caso, Bruna, essa falta de mulheres no mercado na área de tecnologia pode ser dito não somente por esse preconceito dos homens, mas também porque os cursos são muito voltados, têm um linguajar um pouco diferente? Será que a formação também atrapalha ou atrapalhava e agora, com esses novos cursos que você acabou de comentar aqui, tem criado novas portas?

Bruna: Olha, acredito que sim. Com certeza abre muitas portas para as mulheres no mercado de tecnologia que eu acho que é uma coisa que as mulheres não pensavam antes: “Vou me inserir em um mundo de tecnologia onde só tem homem”. Aí agora a gente está vendo essas portas abrindo, a gente que é Tech Recruiter vê mesmo que a gente vive em contato mais com homens. É raro a gente entrar em contato com mulher e tal. Porém, a gente observa esse crescimento agora. Já tem muitas mulheres se inserindo nesse mercado. E eu acredito que, sim, seja uma forma, a linguagem que eles utilizam influencia muito nisso, porque agora tendo o curso voltado só para as mulheres, elas se sentem mais seguras de estarem entrando nesse mercado.

Perrott: E o mercado tem procurado mais mulheres para preencher as vagas?

Bruna: Com certeza. A gente sempre fala que é muita vaga para pouco profissional que a gente tem. Então tem uma deficiência de profissional aí que é necessário ter essas mulheres inseridas no meio, porque, querendo ou não, a gente estava só com metade da população na tecnologia. Então agora com as mulheres entrando a gente acaba mais profissional também.

Perrott: Com essa ajuda do home office que, inclusive, foi até um tema que a gente já tratou aqui na nossa minissérie, a possibilidade do home office também se torna um viabilizador para se inserir mais mulheres no mercado de tecnologia?

Bruna: Sim, com certeza, porque a gente sempre fala da dupla jornada de trabalho da mulher. E tendo essa questão dos 100% home office eu acredito que seja muito mais fácil para as mulheres estarem no home office. É uma coisa que é interessante também para grande parte da população você trabalhar de casa porque facilita demais.

Perrott: E, para as empresas, qual seria a vantagem que a gente vê ultimamente na contratação da mulher para se inserir nesse quadro?

Bruna: Então, Vinicius, eu acredito que a vantagem que as mulheres trazem para as empresas seja essa forma da cognição delas, a forma como elas são formadas que é diferente dos homens. Então os homens têm uma forma de atuar com o trabalho, com o ambiente de trabalho dentro da equipe e as mulheres têm outra. Então acredito que a diversidade agrega de várias formas no ambiente de trabalho.

Perrott: Na área de tecnologia, você tem os cargos de gestão que já são preenchidos por muitas mulheres, mas normalmente as áreas técnicas, onde são aquelas que requerem muita habilidade de engenharia, matemática específicas, algumas mulheres acabam não querendo para essa área, indo para as áreas mais de gestão, coordenação e liderança de equipe. Então, na área técnica, onde você realmente vai meter a mão na massa, tem muita oportunidade para as mulheres e é um campo aberto para ela poder desenvolver esse novo contexto, ela ter essa possibilidade de ela se sentir confiante em poder realmente atuar tecnicamente de igual para igual e que, de fato, isso é verdade.

Bruna: Eu acredito que seja isso que as mulheres… como tem muitas mulheres no poder mesmo, já estão atuando com a gestão, atualmente, essa parte de pôr a mão na massa é muito importante, que a mulher se sente segura, então ela está sempre lá aprendendo, se colocando no mercado, se posicionando e tendo uma grande atuação dentro da empresa, nessa parte de pôr a mão na massa mesmo.

Perrott: Legal, então. Bruna, queria agradecer muito a sua participação nesse episódio e até o próximo.

Bruna: Muito obrigada. Até mais.

Se você gostou desse bate-papo, vai gostar mais ainda de ver todas as vagas disponíveis no site da Shark IT.

Vá lá. Acesse o site: sharkit.com.br.

Você pode encontrar uma vaga que seja para o seu perfil.

O link você encontra na descrição desse episódio no seu agregador de podcast favorito ou lá no site do Papo Cloud junto com a transcrição completa e material complementar.

Você tem alguma pergunta ou comentário?

Mande aqui para a gente pelo Instagram, @sharkitconsultoria.

Até o próximo episódio.

E aí?
Tá Na Nuvem?

Convido você a comentar lá no nosso grupo do Telegram: bit.ly/papocloudtelegram.

  • cover play_arrow

    As mulheres na área de tecnologia
    Vinícius Perrott

Tagueado como: .

Avaliar a postagem
Episódio anterior
Episódios relacionados
Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.