• Home
  • keyboard_arrow_right Podcast
  • keyboard_arrow_right Destaque
  • keyboard_arrow_rightPodcasts
  • keyboard_arrow_right
  • keyboard_arrow_right A comunicação e marketing como parte da estratégia de empresas de tecnologia
play_arrow

Podcast

A comunicação e marketing como parte da estratégia de empresas de tecnologia

Vinícius Perrott 13 de outubro de 2021 4838 18 3


Background
share close

Olá, seja bem-vindo à série Papo HostDime Labs. Essa é uma iniciativa da HostDime Brasil.

Nosso objetivo é bater um papo com os especialistas das mais diversas áreas.

A cada episódio, um especialista responde as principais dúvidas do universo dos datacenters.

Nesse episódio, conto com a participação da Flávia Tabosa, Gerente de Marketing, e Gabrielle Vieira, Assistente de Marketing. Sejam bem-vindas à nossa minissérie.

Flávia: Muito obrigada.

Gabrielle: Obrigada.

Vinicius Perrott: Flavia, é com você.

Flávia: Eu sou Flavia Taboza, gerente de marketing. Sou formado em Jornalismo, tenho uma carreira dentro da publicidade, assessoria de imprensa, fotojornalismo. Passei por muitas veias da comunicação e acabei encontrando no digital um caminho que me faz ter material para contar as histórias que eu gosto de contar. Então eu junto muito a parte de jornalismo com a parte de dados. E isso fez com que a gente agregasse bem essas histórias na HostDime.

Gabrielle: Oi, gente, eu sou a Gabriela Vieira e eu estou atualmente me graduando em Relações Públicas pela UFPB.

Vinicius: A gente está nessa jornada de falar sobre a computação em nuvem, falar sobre datacenter, mas isso tudo está voltado a uma estratégia importante que as empresas têm que começar a analisar com muito mais cuidado no seu planejamento, na sua capacidade orçamentária. Eu queria que vocês pudessem explicar um pouquinho para gente, que está acompanhando essa minissérie, qual a importância de desenvolver e colocar nessa estratégia a análise de um datacenter.

Flávia: Como parte de um setor de marketing interno de uma empresa, a gente tem uma missão muito forte de entender todo o contexto da empresa, dos parceiros dessa empresa e por que eles estão aqui para conseguir justificar o porquê dessa empresa existir. Todo esse conteúdo que a gente cria, hoje em dia não é só mais um extra para a empresa, é um serviço base que existe na empresa. A gente consegue explicar os cases de sucesso que a HostDime tem, a gente consegue explicar os diferenciais que a HostDime agrega à infraestrutura e à parte lógica de todo o sistema e a gente consegue também passar isso de forma muito clara para que novas pessoas queiram absorver um pouquinho dessa laranja que ilumina por aí que é da HostDime. A gente torna uma infraestrutura que ao é tão concreta, as pessoas não pegam no material da HostDime, e a gente transforma ela em história que as pessoas vão conseguir compartilhar por aí.

Perrott: Maravilha. Gabi.

Gabrielle: Quando a gente pensa muito em datacenter, a gente pensa muito em algo muito distante, muito utópico quase, o datacenter. E por ter toda essa questão de segurança e… enfim. Então a gente de comunicação, a gente tenta trazer uma maior transparência para as pessoas compreenderem o que é um datacenter, compreenderem qual é o diferencial de infraestrutura, compreender as certificações. Então, basicamente, acho que transferência para mim é a palavra que mais define a importância da comunicação dentro de um datacenter, de você trazer, deixar aquilo claro, algo que para as pessoas estava muito distante, que elas não conheciam, que elas não sabiam que é possível, enfim.

Perrott: Aí agora eu queria que vocês me ajudassem a entender o seguinte, eu queria até começar com a própria Gabi, que é que vocês são uma área de comunicação e de estratégia da empresa. Obviamente também outras empresas possuem essas áreas. Você acha que é válido vocês, essas áreas se falarem para compor a estratégia e migração de datacenter? Ou somente deve ficar na área técnica? A gente vê muito migração de datacenter somente falando com área técnica e entre área técnica. Mas vocês, na posição onde vocês estão hoje, acham interessante de haver essa comunicação? Entre o time também do cliente? Acha isso importante para compor a estratégia?

Flávia: Quando a gente para pra conversar com um novo cliente, com uma pessoa interessada, o trabalho do marketing estando bem estruturado, a gente provavelmente já vai estar na cabeça desse cliente por algum tipo de material institucional que ele acessou para saber da HostDime. Então, indiretamente, a gente já está influenciando essa decisão. E, diretamente, quando a gente junta essa estratégia técnica e a estratégia comunicacional, a gente consegue criar um panorama que se torna irrecusável uma proposta, sabe? Para gestão, para outras cabeças estratégicas dessas duas partes dessa parceria. Quando a gente tem técnico com técnico, às vezes os gestores não alcançam os pormenores que existem ali. Não está traduzido de uma forma muito clara. E aí quando a gente agrega a comunicação o marketing da empresa nessa conversa de parceria técnico com técnico, a gente consegue traduzir alguns diferenciais que ao ficam tão claros em um cotidiano técnico. Então é muito mais de como Gabi tinha falado. A questão de transparência mesmo, de traduzir para as línguas corretas e para as cabeças corretas o que a gente quer passar com a parceria totalmente estratégica. Então a comunicação vai chegar mais como agente facilitador. E se a ente está fazendo o processo da gente certo, ele vai estar sempre influenciando indiretamente não só a recepção da HostDime para os agentes técnicos, mas também para os agentes gestores, estratégicos em toda a organização.

Perrott: Maravilha.

Gabrielle: Além dessa importância antes da pessoa se tornar cliente, que a pessoa vai, conhece os nossos diferenciais, conhece um pouco mais sobre a organização, também a gente tenta fazer um processo de construção de relacionamento quando a pessoa já se torna cliente. Uma coisa que geralmente fala que é muito mais fácil… é mais fácil você conseguir novo cliente do que você manter um cliente. Algo que é muito importante além da excelência dos serviços é essa questão de ter um relacionamento, desenvolver um relacionamento com o cliente. Então a gente também tenta fazer algo que a gente chama de procedimento pós-venda de sucesso do cliente que é de compreender, entender se o cliente… qual a dor do cliente, se ele tem alguma dor, se ele tem alguma sugestão de melhoria, se ele tem algo que ele destaca como sendo muito, então a gente já vê que aquele é um ponto forte, a gente também encontra os pontos ais fracos para poder construir e melhorar, porque esse é o nosso intuito de melhoria contínua. Então acho que é essa questão também da gente ter… ser essa ponte para que o cliente possa chegar e compartilhar o que ele tem achado e a gente encontre pontos de melhoramentos e de desenvolvimento de relacionamento também.

Flávia: É que inclusive… a gente pode falar sem medo que é um diferencial que só a HostDime tem atualmente no Brasil que é esse braço de relacionamento mesmo, vendo o marketing… obviamente, já existia no nosso DNA essa pré-disposição a ter um atendimento sempre consultivo, personalizado e muito humano. E aí a gente aumentou um pouquinho agora no nosso marketing que é o nosso braço de relacionamento. Esse braço de relacionamento fortalece pontos de contato durante o primeiro ano da pessoa na HostDime. E aí a gente consegue acompanhar várias fases do cliente atualmente e definir quais fases são mais críticas, quais são as mais proveitosas para a gente levar esses relatórios para os setores responsáveis e melhorar ainda mais.

Gabrielle: E é algo que é realmente um diferencial porque quando a gente pensa em empresa de tecnologia a gente pensa logo em quê? Quando um cliente vai falar, ai falar com o quê? Com um robô, com algo totalmente desumanizado. Então quando a gente traz essa questão de desenvolver um relacionamento é, de fato, um diferencial, porque é uma empresa de tecnologia, mas que é algo que é até um dos ossos slogan. A gente também se preocupa em desenvolver pessoas. Uma empresa de tecnologia focada em pessoas. Então esse é um grande diferencial.

Perrott: Então podemos registrar aqui no nosso episódio que o atendimento com a HostDime é um atendimento humanizado do início ao fim?

Gabrielle: Do início ao fim.

Vinicius: Queria puxar esse nosso bate-papo para outra área que eu acho que também é bem legal para os ouvintes que são do segmento de vocês, são da área de atuação de vocês, não somente de marketing, jornalismo, relações públicas, mas entender como uma estrutura como a da HostDime ajuda no dia a dia de vocês.

Flávia: Uma infraestrutura como a da HostDime seria uma grande facilitadora para os processos de comunicação mesmo. Eu já trabalhei em outras empresas que a gente tinha o servidorzinho local batalhando junto com a gente na pauta. E quando a gente precisa acessar os dados, as pessoas que foram feitas de uma campanha x, os textos. E a gente não tem uma disponibilidade eficaz. A gente não tem um tempo de resposta hábil, a gente acaba desacelerando o processo da criação mesmo. O processo de criação é muito rápido, muito urgente. Então, quando a gente tem esses delay de acesso, a gente quebra um processo criativo. E aí uma infraestrutura como a HostDime dá a disponibilidade e dá o tempo de resposta necessário para que a gente não precise se preocupar com isso. Será que o servidor vai estar ativo? Será que eu vou conseguir acessar hoje esses dados ou será que eu vou ter que ir na pessoa que fez, no computador, para ele me mostrar um agente facilitador de um processo criativo que tem que ser muito fluido, a gente não precisar se preocupar com coisas como infraestrutura de um servidor que está ali rodando. A gente está se preocupando só em fluir a equipe acerca da ideia e não do que vai estruturar da base essa ideia.

Perrott: O resto é periférico?

Flávia: O resto é periférico. Exatamente. Deveria ser. Idealmente é.

Gabrielle: Então a questão que se encaixa nesse tema que a Flavinha comentou é muito em relação a VPN. Pessoas estando em home office, por conta da pandemia, se torna algo essencial. E a gente tem acesso a VPN da HostDime. Inclusive, a gente não só oferece como serviço, mas a gente também utiliza, então acaba que a gente para ter acesso a certas páginas, certas ferramentas, a gente só tem acesso a VPN por uma questão de segurança. Então com a VPN da HostDime a gente… em casa, em qualquer lugar, a gente também pode acessar essas informações e trabalhar da onde a gente estiver.

Perrott: Maravilha. Eu queria que vocês deixassem uma mensagem final para quem está nos acompanhando na nossa minissérie, seja ele de qualquer perfil técnico, vendas, de negócio ou da área de marketing. Uma mensagem para os nossos ouvintes aqui.

Flávia: Atualmente, a gente tem um mercado muito amplo e muito forte de tecnologia crescendo cada vez mais. E a gente tem ativos e infraestrutura de todos os lugares. O que vai ser o diferencial é o que realmente inspira esses lugares a existirem. Então, além de buscar toda uma base técnica, eu recomendo muito que se busque quando a equipe é humana e busca por soluções de fato que vai ser uma equipe eficaz em usar a criatividade humana que nenhuma máquina vai poder replicar para chegar em uma solução ideal para um negócio. Então, no momento em que você for pensar em um datacenter ou em qualquer empresa que traga mais inovação para o seu negócio, pense sempre no agente humano que vai estar por trás de toda essa operação que eu acho que isso realmente vai ser um diferencial e tem sido um diferencial para gente.

Perrott: Maravilha.

Gabrielle: Então eu acho que quando a gente pensa principalmente nesse mundo de dados, é muito mais fácil, digamos assim, você conseguir os dados, mas é muito mais difícil você saber interpretar esses dados e você saber comunicar esses dados de maneira eficaz. Então, quando a gente para e pensa em relação à importância da comunicação em um ambiente desse momento de tecnologia, eu acho que é essa, é algo que vai traduzir para o cliente, para, enfim, qualquer público que seja algo que estava muito mais distante para ele. Então a comunicação chega assim… colocando a língua da pessoa, do público o que realmente precisa ser falado, precisa ser ouvido.

Perrott: Então nesse episódio contamos com a participação de duas profissionais, a Flavia Taboza, gerente de marketing, e a Gabriela Vieira, assistente de marketing. Até o próximo episódio.

Flávia: Até o próximo.

Gabrielle: Até o próximo.

Você que nos acompanha tem alguma pergunta ou comentário?

Mande aqui para a gente pelo link hostdime.com.br/papocloud.

E outro conteúdo que complementa o nosso bate-papo é o Guia Definitivo para Otimizar Segurança de Dados da Sua Empresa com Cloud Computing.

O link está na descrição desse episódio e no seu agregador de podcast favorito ou lá no site do Papo Cloud.

Aqui a sua jornada será um sucesso!

Até o próximo episódio do Papo HostDime Labs.

E aí?
Tá Na Nuvem?

Convido você a comentar lá no nosso grupo do Telegram: bit.ly/papocloudtelegram.

  • cover play_arrow

    A comunicação e marketing como parte da estratégia de empresas de tecnologia
    Vinícius Perrott

Tagueado como: .

Avaliar a postagem
Episódio anterior
Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.