play_arrow

Podcast

Dress code em Home Office, o que as empresas estão olhando?

Vinícius Perrott 21 de outubro de 2021 4796 18 3


Background
share close

Olá, tudo bem?

Você é profissional de Tecnologia da Informação e quer dar aquela turbinada na sua carreira e se destacar no mercado em qualquer processo seletivo?

Então, seja bem-vindo ao Shark IT PodCast, um conteúdo exclusivo desenvolvido por especialistas em recrutamento e seleção de profissionais de TI e para profissionais de TI.

A cada episódio, traremos dicas, cases de sucesso, habilidades, oportunidades e muito mais. Tudo isso para te ajudar a turbinar a sua carreira de TI e se destacar no mercado de trabalho.

Eu sou Vinicius Perrott seja bem-vindo ao Shark IT PodCast.

Vinicius Perrott: Neste episódio, eu conto com a participação da Laís Ventura, Tech Recruiter da Shark IT. Laís, seja muito bem-vinda à nossa minissérie.

Laís: Muito obrigada Vinícius, o prazer é todo meu.

Perrott: Prazer é todo nosso. E veterana aqui, já pode pedir música, viu?

Laís: Terceira vez, pode pedir música, né?

Perrott: Já tem playlist aqui, do Papo Cloud, para poder ouvir só os episódios da Laís. Mas, isso é legal, isso é bacana, porque tem conteúdo. E a gente vai falar de um tema hoje Laís, que é superimportante, que é o tal do dress code, né? O código de vestimenta. Será que para o home office mudou, tem que se adaptar alguma coisa? Conta um pouquinho para a gente.

Laís: Então Vinícius, engraçado que no home office, muita gente brinca que a vestimenta formal foi trocada pelo pijama, ou pela roupa de academia, né? Ah, levantou, fez um exercício, já vai trabalhar. Ou levantou da cama, já vai trabalhar. E aí acabou trocando um pouco isso. Então, com certeza, mudou a vestimenta. O que antes era uma coisa mais formal, pelo menos uma camiseta e uma calça jeans, hoje já é uma roupa bem mais informal, bem mais descontraída. Mas, em alguns episódios do home office, acaba pegando essa parte aí do dress code, que ou vira algo engraçado, ou acaba sendo visto de uma forma não muito boa pelos gestores. Então, dependendo da situação, o dress code acaba pegando.

Perrott: Comenta um caso engraçado aqui, depois a gente fala de um caso não tão engraçado.

Laís: É, caso engraçado. Você acabou de acordar, puta, perdeu a hora, tá, vai chegar, já vai trabalhar. E aí você só troca a roupa de cima, vamos falar que você vai ter uma reunião muito importante aí, com gestores, já aconteceu comigo, e aí troquei a roupa de cima. Aí esqueci alguma coisa, liguei a câmera, começou a reunião, esqueci, tive que levantar e pegar. Eu estava de pijama. E meu pijama era amarelo, de bolinha. Então foi assim, foi terrível. Virou algo engraçado? Virou. Mas depois eu fiquei pensando, vixe caramba, não foi legal. Porque eu estava com uma roupa superformal por cima, e aí embaixo fui levantar, pegar, estava de pijama. É engraçado, né? Mas, tem situações, por exemplo, ou numa entrevista, ou numa reunião, que exige uma postura mais formal, mesmo que você está dentro da sua casa, você tem que ter essa postura. E para a gente ter essa postura roupa, interfere muito, né? Até no nosso jeito de atuar.

Perrott: Verdade. Não necessariamente um terno e gravata, seria ou é importante, para você trabalhar dentro da sua casa, a partir do computador. Mas, a gravata pode até ficar um pouquinho de lado, né, encostada na mesa. E aí ter um botão desabotoado, da camisa social, isso para o homem, isso para a mulher, tudo bem. Mas, não pode relaxar tanto assim, né?

Laís: Isso, isso. O terno, gravata, a camisa social, já ficou bem de lado, até em algumas empresas que antes um pouco da quarentena. Mas a questão realmente da vestimenta, se você vai ter uma entrevista que você sabe que a empresa exige uma postura mais formal. Ou, se você vai ter uma reunião com a diretoria, aí realmente tem que ser pensado, e exigir uma postura. E a nossa postura, querendo ou não, isso é até estudado. Que quando a gente coloca uma roupa mais formal, uma roupa que não é de ficar em casa, não é roupinha de ficar em casa, ela já automaticamente você já tem uma postura, “não, espera aí, agora o papo é sério”. Você veste a roupa, mas também já mental, você já sabe que vai exigir uma postura um pouco mais formal do que de estar de um pijama, relaxado na cadeira, “tranquilão“.

Perrott: Bem, você pode até estar, de repente, com uma camisa um pouco mais formal, né? Seja para o homem, seja para a mulher. Você pode até estar, de repente, com o seu chinelão de dormir, não tem problema.

Laís: Ah não, de chinelo, sem problema nenhum. O sapato, no home office, não importa. Agora, realmente, a parte de cima sim, mas, tem que tomar cuidado com isso. Ah, vai levantar para pegar alguma, e está de pijama por baixo, aí é complicado. Já fiz entrevista com um profissional que estava de pijama. E aí dá para perceber. Não é uma coisa, tipo, ai, não é uma camiseta. Não, a gente acaba percebendo. Claro, na área de tecnologia, a gente leva muito mais isso na brincadeira. Mas, em determinadas situações, eu sempre falo para os profissionais que é importante ter esse quesito, né? Tem profissional aqui, que acha que está 100% home desde antes da pandemia, e eles brincam comigo e falam, “Laís, se eu não acordo e não me arrumo, eu não consigo trabalhar”. Isso tudo realmente falam sobre a produtividade, né? Se você se arruma, mesmo em casa, porque a gente vai perdendo isso aos poucos, de ficar tanto em casa. Então, se você se arruma, se você coloca uma roupa legal, às vezes até a sua produtividade aumenta. Claro, é de pessoa para pessoa. Mas, tem casos que dá muito certo isso.

Perrott: Laís, então para a gente encerrar aqui esse episódio, na dúvida, dá uma arrumadinha, não é não?

Laís: Ah, na dúvida, troca não só a parte de cima, mas, a parte de baixo também. Depois da reunião, coloca seu pijama, fica tranquilo. Mas, em determinados assuntos, troca a roupa inteira, não só a de cima.

Perrott: Então, fica aqui a dica para você que está nos acompanhando, ciente. Que as vezes a cultura da empresa pode influenciar sim, a sua vestimenta, mesmo no seu home office. Na dúvida, coloca aquela roupa neutra, que está tudo bem. Aquela roupa que você pode ir muito bem em um lugar e voltar, que está bem apresentado. E incorpore esse espírito, né?

Laís: Isso, não tem erro.

Perrott: Bacana. Eu queria agradecer muito a sua participação nesse episódio, e até a próxima oportunidade.

Laís: Obrigada você Vinícius, tchau tchau.

Se você gostou desse bate-papo, vai gostar mais ainda de ver todas as vagas disponíveis no site da Shark IT.

Vá lá. Acesse o site: sharkit.com.br.

Você pode encontrar uma vaga que seja para o seu perfil.

O link você encontra na descrição desse episódio no seu agregador de podcast favorito ou lá no site do Papo Cloud junto com a transcrição completa e material complementar.

Você tem alguma pergunta ou comentário?

Mande aqui para a gente pelo Instagram, @sharkitconsultoria.

Até o próximo episódio.

E aí?
Tá Na Nuvem?

Convido você a comentar lá no nosso grupo do Telegram: bit.ly/papocloudtelegram.

  • cover play_arrow

    Dress code em Home Office, o que as empresas estão olhando?
    Vinícius Perrott

Tagueado como: .

Avaliar a postagem
Episódio anterior
Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.