• Home
  • keyboard_arrow_right Podcast
  • keyboard_arrow_right Destaque
  • keyboard_arrow_rightPodcasts
  • keyboard_arrow_right
  • keyboard_arrow_right Na busca por profissionais a estabilidade nas empresas são avaliadas?
play_arrow

Podcast

Na busca por profissionais a estabilidade nas empresas são avaliadas?

Vinícius Perrott 4 de novembro de 2021 4794 18 3


Background
share close

Olá, tudo bem?

Você é profissional de Tecnologia da Informação e quer dar aquela turbinada na sua carreira e se destacar no mercado em qualquer processo seletivo?

Então, seja bem-vindo ao Shark IT PodCast, um conteúdo exclusivo desenvolvido por especialistas em recrutamento e seleção de profissionais de TI e para profissionais de TI.

A cada episódio, traremos dicas, cases de sucesso, habilidades, oportunidades e muito mais. Tudo isso para te ajudar a turbinar a sua carreira de TI e se destacar no mercado de trabalho.

Eu sou Vinicius Perrott seja bem-vindo ao Shark IT PodCast.

Vinicius Perrott: Neste episódio, eu conto com a participação da Amanda Lima, Tech Recruiter da Shark IT. Amanda, seja muito bem-vinda à nossa minissérie.

Amanda Lima: Oi Vinícius, muito obrigada.

Perrott: Eu que agradeço. Amanda, vamos lá. A gente falou agora a pouquinho nos bastidores, sobre o mercado aquecido, né? E esse aquecimento, acaba provocando um comportamento de análise um pouquinho diferente, em relação aos currículos de como o candidato deve se posicionar, e como também as empresas estão olhando. É o famoso tempo de casa, né? Que é a tal da estabilidade. Para alguns profissionais, passar pouco tempo dentro de empresa, pode se transformar em um benefício. Para outras empresas, tem um olhar de desconfiança. Como é que a gente consegue buscar um equilíbrio, entre esse cenário, entre o tempo e a permanência de casa?

Amanda: Esse é um assunto muito polêmico. E a estabilidade nas empresas, é muito avaliada hoje. Porque o currículo, é um espelho do que as empresas buscam para a sua vaga. E também é a primeira impressão que o RH tem, com o profissional. Claro que é casos e casos, de projetos, empresas, estabilidade. Porém, a avaliação de estabilidade nas empresas ainda é algo que conta muito para um primeiro contato com o profissional. Ainda mais, considerando que a grande maioria das vagas, é por tempo indeterminado. Então, eles buscam crescimento de longa data.

Perrott: Olha que interessante. Então, tem alguns casos que aconteceu, eu vou exemplificar aqui no Brasil. As olimpíadas, né, teve também os jogos da copa do mundo, e esses grandes eventos, né, Rock In Rio, por exemplo, são eventos que precisam de profissionais da tecnologia da informação. Isso é fato. Mas, são eventos rápidos, não é de longo prazo. E aí uma vez que o profissional, de repente, participou de um desses eventos grandes, mas foi por um período curto, e coloca isso no currículo, de repente aquela empresa pode olhar aquilo ali diferente? Poxa, foi tão pouquinho tempo, mas talvez é um momento legal para o profissional ele se explicar, o que que foi aquele projeto, porque durou tão pouco tempo, seria uma oportunidade como essa?

Amanda: Com certeza. Por isso, é muito importante deixar bem especificado no currículo, se o projeto foi por tempo determinado ou não. Porque caso seja esse o caso da atuação do profissional, não seria um empecilho para o processo de forma alguma.

Perrott: Legal. Então, detalhar o portfólio, o que que foi feito lá, faz diferença também na análise do currículo. É isso?

Amanda: Isso, conta demais.

Perrott: Bacana. Um outro ponto Amanda, que é interessante entender nesse mercado. Como é que as empresas, elas podem também olhar de uma forma diferente, para esses profissionais que estão apresentando no seu currículo, um tempo menor de casa. Isso acaba sendo um trabalho diferente para quem está recrutando?

Amanda: É bem diferente. A gente também tem uma visão de que o mercado de tecnologia, por estar superaquecido, surgem novas oportunidades o tempo todo. E acaba que mesmo que o profissional esteja feliz na sua empresa atual, uma proposta bem mais atrativa, realmente pode acontecer de chamar mais a atenção. Mas isso, não inibe o fato de que a atual empresa também necessita do comprometimento do profissional.

Perrott: Olha, então comprometimento também tem que vir da parte de todo mundo, dos profissionais inclusive. Você comentou um ponto importante, que eu acho legal de destacar aqui. A partir do momento que as empresas estão olhando, e sabem que o mercado está aquecido, de repente, poderia ajudar até mesmo as empresas a compreender quais foram os fatores que motivou aquele candidato, a mudar de empresa, e a ser recolocado de novo. E de repente esses fatores, pode ser analisado. Será que eu, enquanto empresa, tenho esses fatores para permanecer esse candidato aqui? Isso faz sentido, esse tipo de análise?

Amanda: Faz, faz sim. Isso já entra em um plano de retenção de talentos, também que é algo a se pensar para as empresas. Pensando não só em uma questão salarial, mas também em outras formas de conseguir reter esse funcionário.

Perrott: Bacana. Então, o recado fica aqui para todo mundo. Para você que está acompanhando, e está se posicionando, se você tiver, de repente, passado por um projeto temporário, seja não somente para um projeto de curta duração, mas acabou trocando recentemente das empresas, fica aqui a dica de você melhorar a sua escrita, e desenvolver, de repente, um portfólio explicando o que que está ali. Escrever também melhor a descrição da vaga, é algo que faz diferença. Não é somente colocar o período de início e fim, e o nome da função. Isso não funciona mais, né?

Amanda: Não, hoje em dia não. É muito importante que tenha uma descrição bem detalhada do que você atuava, qual foi o projeto, qual foi até mesmo o resultado que esse projeto teve. De que forma ele impactou. Isso é bem bacana, e também é muito avaliado nos dias de hoje.

Perrott: Bacana, bacana. Então, queria agradecer Amanda, a sua participação aqui na nossa minissérie. E pelas dicas superimportantes, em relação ao posicionamento, não somente você profissional, mas também você recrutador, que está buscando os profissionais dentro do seu ambiente. E até a próxima oportunidade viu Amanda.

Amanda: Obrigada Vinícius, até a próxima.

Se você gostou desse bate-papo, vai gostar mais ainda de ver todas as vagas disponíveis no site da Shark IT.

Vá lá. Acesse o site: sharkit.com.br.

Você pode encontrar uma vaga que seja para o seu perfil.

O link você encontra na descrição desse episódio no seu agregador de podcast favorito ou lá no site do Papo Cloud junto com a transcrição completa e material complementar.

Você tem alguma pergunta ou comentário?

Mande aqui para a gente pelo Instagram, @sharkitconsultoria.

Até o próximo episódio.

E aí?
Tá Na Nuvem?

Convido você a comentar lá no nosso grupo do Telegram: bit.ly/papocloudtelegram.

  • cover play_arrow

    Na busca por profissionais a estabilidade nas empresas são avaliadas?
    Vinícius Perrott

Tagueado como: .

Avaliar a postagem
Episódio anterior
Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.