play_arrow

Podcast

O mercado de tecnologia após a pandemia

Vinícius Perrott 14 de setembro de 2022 4927 18 3


Background
share close

Olá, seja bem-vindo à segunda temporada do SharkIt Podcast, o podcast que te ajuda a preparar e a se destacar no processo de seleção e recrutamento.

Eu sou o Vinícius Perrott e nesse episódio eu conto com a participação da Laís Ventura. Laís, seja bem-vinda mais uma vez aqui ao Shark IT Podcast.

Laís: Muito obrigada, Vinícius, eu que agradeço.

Perrott: Lais, um recadinho bem rápido para quem está acompanhando a gente aqui, lembrando que a gente sempre facilita a sua experiência, não é verdade? Então, a transcrição completa desse bate papo está lá no site do Papo Cloud, assim como todas as dicas aqui compartilhadas, o link está na descrição do seu agregador de podcast favorito, e se você chegou até aqui, compartilhe esse episódio. Bem, Lais, vamos falar sobre um momento tão importante do mercado de tecnologia, que é o mercado pós pandemia, e aí o que que a gente tem nesse assunto para tratar hoje?

Laís: A gente tem bastante coisa, muita coisa querendo ou não mudou, o mercado de tecnologia na pandemia, na minha visão e ainda mais de frente aí da parte do recrutamento, foi uma área que cresceu muito, por mais que veio a pandemia e outras área sofreram tanto, mas a área de tecnologia teve um boom de crescimento muito avançado, realmente pela necessidade de as empresas viabilizarem a tecnologia, de ver que tecnologia em um mundo onde tudo para, a tecnologia continua. Então, houve esse crescimento, é uma área, claro, que sempre cresce, que sempre evolui, a gente sempre está falando em tecnologia, mas hoje a gente chegou em um ponto pós-pandemia, ainda mais depois dos acontecimentos das startups que a gente está acompanhando aí, agora está se acalmando, as coisas estão respirando um pouco, não está mais aquele pico enorme, e sim eu acredito que o mercado está focando em áreas específicas, hoje a gente está falando de áreas que há cinco anos atrás, talvez até três, não tanto tempo, há três anos atrás, a gente… se falava, mas não tanto como a necessidade de hoje, que são a área de dados e inteligência artificial, ciber segurança, são áreas que realmente estão exigindo mais do profissional e exigindo mais do mercado.

Perrott: Nesse caso, Lais, a gente fazendo um paralelo, os profissionais hoje, eles estão mais sendo cobrados pela entrega e resultado e a sua eficiência é a capacidade contínua de aprendizado, feito você falou, você pode às vezes ter um profissional muito bom em determinada área, vou citar aqui alguém da área de infraestrutura ou alguém de backup, mas que se ele não tiver minimamente um conhecimento em segurança, desenvolvimento, inteligência artificial, porque as coisas já estão se combinando naturalmente, a gente já vê soluções que era de somente voltada para a ciber segurança, mas já tem embarcado ali um machine learning, já está embarcado alguma coisa de inteligência artificial e um pouquinho de programação também. Então, a gente vê que hoje o profissional também tem que continuar se capacitando e entregando os resultados?

Laís: Com certeza, eu falo que hoje o profissional de tecnologia, ele tem que ser ambidestro, ele tem que pensar com…

Perrott: Gostei dessa.

Laís: …O direito e com o esquerdo ao mesmo tempo, não tem como só focar para um ladinho não, ele tem que estar de olho no mercado, o que o mercado está pedindo, com o que eu atuo, com a minha experiência, o que que eu consigo evoluir e ajudar o mercado no que ele tanto está precisando? Então, mesmo que eu sou um desenvolvedor, mesmo que eu sou um analista de infraestrutura, mesmo que eu sou um engenheiro, hoje a gente consegue estudar o que a área de dados está pedindo, o que a área de segurança está pedindo, entender o que o mercado está pedindo, e dentro da capacidade que ele atinge, entender e estudar para se desenvolver nessas áreas junto com a experiência que ele já tem, então LGPD é uma coisa que a gente fala bastante hoje em dia, que é a lei geral de proteção de dados, e que é muito eficiente e muito necessária para o mundo de hoje, antigamente a gente não se falava nisso, hoje a gente fala muito mais, o funil está estreitando mais, então o profissional, ele realmente tem que ser ambidestro, ele tem que estar aqui, pensar no direito, pensar no esquerdo e se envolver com as demandas do mercado que está mudando bastante.

Perrott: Então hoje, o que a gente pode dizer é que o conceito da pós-pandemia ou finalzinho desse processo que a gente tem vivenciado na sociedade como um todo, é ok, a abundância ainda vai existir, mas há a necessidade mais ainda do controle e a capacidade da eficiência da sua entrega, então os profissionais que estão acompanhando aqui e vêm acompanhando a nossa série, eu acho que tem esse principal recado, tem que ser mais eficiente, tenho que me capacitar mais, eu tenho que conseguir realmente ir além do que eu já fui contratado, porque eu já fui contratado.

Laís: Com certeza, e se desenvolver nessa questão, porque o mercado, ele vai mudar ainda muito, mas do que estava na pandemia e atualmente já mudou, os profissionais, eles precisam estar mais aderentes à experiência técnica que o mercado busca, então envolve muito na questão de entrega, já passou aquele boom, agora é o filtro, profissionais realmente que estão aderentes ao que o mercado exige e toda essa mudança tecnológica e nesses cargos emergentes também. Claro, ainda se espera que o mercado vai abrir mais de 800 mil vagas até 2025.

Perrott: Caramba.

Laís: O mercado de tecnologia não para, mas o crivo vai ficando maior.

Perrott: Então, as empresas também vão ficando mais exigentes, é isso?

Laís: Sim, de certa forma eu acho que as empresas, elas vão consolidando mais as entregas, entendendo que os perfis, eles podem se desenvolver melhor, então às vezes focar só em uma coisa, focar só naquilo, o mercado hoje, ele muda o tempo todo, então se ele muda o tempo todo, não tem como eu ficar parado em uma coisa só, em uma tecnologia só ou em uma experiência só, eu preciso me desenvolver para atender a expectativa do mercado e das entregas que eu preciso fazer.

Perrott: E até mesmo, acho que o importante que você fala, Lais, é a questão da quantidade de tecnologia, a tecnologia, ela é muito plural, tem todos os sabores, de todas as cores, de todos os modelos.

Laís: Tem para todo mundo.

Perrott: Pois é, e às vezes a gente pode até perceber que um profissional, ele é muito sênior em um fabricante ou em uma tecnologia, mas naquela tecnologia concorrente ao fabricante que ele é especialista, surge a tal sonhada vaga, então se ele minimamente já domina muito bem a tecnologia do concorrente e a empresa contrata pela outra, ele pode de repente se mostrar que ele é capaz de desenvolver e também aprender a outra tecnologia, um outro fabricante de nuvem, outro provedor de solução de segurança, não é um impeditivo, só se ele botar isso na cabeça.

Laís: Com certeza, e às vezes os estudos… a gente entrevista profissionais que às vezes por aquela oportunidade um estudo que ele teve de uma determinada linguagem ou de uma determinada forma de realizar aquela solução já é um diferencial enorme para aquela oportunidade, ele acaba saindo em primeiro lugar na frente de muitos, ele acaba se destacando porque um estudo que ele teve de algo diferente que o mercado está exigindo e que muitos hoje não tem, ele teve essa sacada e conseguiu passar e abordar isso, ele teve uma experiência profissional de anos? Não, ele teve um estudo que ele se aprofundou, que ele tem um mero conhecimento e que ele vai conseguir se desenvolver melhor, porque ele já sabe do que a gente está falando, seja de uma determinada linguagem, seja de banco de dados, seja de uma forma de arquitetura, enfim, mas algo novo que para uma vaga exige e aquele profissional, ele possa já ter estudado, ele realmente já está a frente de muitos outros candidatos.

Perrott: Maravilha, Lais, eu queria muito agradecer aqui a sua participação nesse episódio e até o próximo.

Laís: Eu que agradeço mais uma vez aqui presente.

Perrott: Legal. Bem, e você que está aí nos acompanhando, o que que você está achando dessas dicas, achou legal?

Se você chegou até aqui, por que não compartilhar esse episódio nas suas redes sociais ou com um amigo, uma amiga, tenho certeza que se você gostou, ele também vai gostar. Queria agradecer a sua participação e até o próximo episódio do SharkIt Podcast.

Se você gostou desse bate-papo, vai gostar mais ainda de ver todas as vagas disponíveis no site da Shark IT.

Vá lá. Acesse o site: sharkit.com.br.

Você pode encontrar uma vaga que seja para o seu perfil.

Você tem alguma pergunta ou comentário?

Mande aqui para a gente pelo Instagram, @sharkitconsultoria.

E aí?
Tá Na Nuvem?

Convido você a comentar lá no nosso grupo do Telegram: bit.ly/papocloudtelegram.

  • cover play_arrow

    O mercado de tecnologia após a pandemia
    Vinícius Perrott

Tagueado como: .

Avaliar a postagem
Episódio anterior
Episódios relacionados
Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.